Cumulonimbus

Cumulonimbus

Cumulonimbus


Cumulonimbus ou cúmulos-nimbos é um tipo de nuvem de desenvolvimento vertical (família D2) que é densa, atinge grandes altitudes e está associada a eventos meteorológicos extremos como raios e pancadas de chuva.

A palavra "cumulonimbus" vem do Latim: cumulus que significa "acúmulo" e nimbus que significa "nuvem". São formadas quando há muita instabilidade atmosférica e podem aparecer sozinhas, em aglomerados ou associadas a frentes frias. Essas nuvens geralmente surgem do desenvolvimento dos cumulus (nesse estágio, são chamados cumulus congestus) e seu máximo desenvolvimento origina uma supercélula, um evento meteorológico extremo com características especiais.

Os cumulonimbus são alimentados por fenômenos de convecção muito vigorosos (por vezes com ventos de mais de 92 km/h). Na base, são formados por gotículas de água, mas nas zonas mais elevadas da "bigorna", são constituídos de cristais de gelo.

Podem estar associados a todas as formas de precipitação forte, incluindo grandes gotículas de chuva, neve ou granizo. Uma trovoada é basicamente uma nuvem cumulonimbus capaz de produzir ventos fortes e tempestuosos, raios, trovões e mesmo, por vezes, violentos tornados.

Cumulonimbus - OpenBrasil.org
Próxima página